Irmãos.org

A família de Deus na RMVale, e além

Estudos bíblicos

Um único propósito

Se há algum encorajamento em Cristo, se há alguma consolação no seu amor, se há alguma comunhão com o Espírito, se há alguma misericórdia e bondade, então me façam completamente feliz. Eu peço que vocês tenham o mesmo modo de pensar, que tenham o mesmo amor uns pelos outros, e tenham um mesmo espírito e um único propósito.
Filipenses 2.1-2 VFL

  1. “Se” não traz nenhuma dúvida. Aqui, refere-se ao que os cristãos já possuem. A NTLH capta o sentido: “Por estarem unidos com Cristo, vocês são fortes, o amor dele os anima, e vocês participam do Espírito de Deus. E também são bondosos e misericordiosos uns com os outros”. Paulo constrói em cima da realidade que os cristãos já vivem, para encorajar cada vez mais as possibilidades que o Senhor lhes oferece. A vida em Cristo cresce “de fé em fé”, isto é, avançando cada vez mais na maturidade, Romanos 1.16; Hebreus 6.1.
  2. Paulo faz apelo aos filipenses: “me façam completamente feliz”. Seu pedido não é algo pessoal. Ele não pede que os leitores façam algo que atenda alguma preferência sua. Sua felicidade reside em ver todos cumprindo a vontade de Deus e expressando a unidade que temos em Cristo.
  3. O que nos deixa felizes? Alguns evangelistas e igrejas se alegram com meros números de batismos, dando pouca importância ao crescimento espiritual e o progresso no amor e nas boas obras. Números são importantes porque cada número é uma alma preciosa para Deus, mas o que deve nos deixar felizes é ver Cristo sendo formado em cada pessoa, Gálatas 4.19.
  4. O verbo principal do texto não aparece na VFL: “completem” (grego: plēroō). A vida em Cristo consiste de um estado seguro com Deus, uma confiança na salvação eterna e uma certeza da nossa esperança futura. Ao mesmo tempo, ela consiste de um movimento constante em direção à santidade de Deus, um progresso espiritual nas virtudes reveladas por Cristo e uma dependência cada vez maior do poder do Espírito Santo.
  5. Paulo menciona quatro coisas que eles já possuem e quatro coisas que ainda precisam. Estas últimas devem ser lidas como compondo o todo, pois os termos completem o quadro da unidade, bem como o primeiro mandamento requer que amemos a Deus como todo o ser: coração, alma, forças, entendimento, Lucas 10.27.
  6. O último item é “um único propósito”, literalmente, uma única mente (grego: phroneō). NVI traduz como atitude. Paulo tem em vista o foco da mente dos leitores. O uso do verbo talvez indique o esforço necessário de fixar e manter a atenção neste grande valor da unidade entre irmãos.
  7. Reflita: Com toda a bondade de Deus na minha vida, procuro me fazer solidário com meus irmãos em Cristo e promover a unidade que temos nele?

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén