Quando Jesus recusa a julgar

O verso bíblica para minha agenda hoje:

V — Respondeu Jesus: “Homem, quem me designou juiz ou árbitro entre vocês?” Lc 12.14.

M — Deus quer salvar a alma eternamente, não resolver nossos problemas mesquinhos nem alimentar a nossa ganância.

O — Pai, obrigado pela esperança celestial. Ajude-me a não importar-me com coisas materiais.

 

Como esforçar-se para entrar na porta estreita

Lucas 13.24: “Esforcem-se para entrar pela porta estreita, porque eu lhes digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão”.

Vamos nos esforçar:

  1. No conhecimento, Pr 2.1-5.
  2. Na oração, Cl 4.12.
  3. Na reunião, Hb 10.25; 12.1.
  4. No evangelho, Fp 1.30.

Fé e obras, um pacote único

Texto: Tiago 2.14-26

Introdução

a. O pai da Reforma protestante, Martinho Lutero, por não entender as ênfases diferentes de Tiago e Paulo, achou que a carta de Tiago era “uma carta de palha”, isto é, não digna de aceitação nem útil para a fé.

b. O protestantismo sofre até hoje desta deformação doutrinária, ensinando a salvação pela fé somente.

c. O que diz Tiago sobre a fé e as obras?

1. A fé que salva, qual é? 2.14.

a. Essa é a questão de Tiago. O tipo de fé que temos é uma questão de salvação eterna.

b. Tiago, como Paulo, fala que a justificação perante Deus. Tiago afirma que ela vem por meio das obras, vv. 23, 24, 25. Estas não são obras da lei para se fazer merecer a salvação (ênfase de Paulo), mas sim obras de obediência, necessárias para a salvação eterna, Hb 5.9.

2. Fé e obras são um pacote único, 2. 15-18.

a. Não podem ser separadas. Uma implica na outra.

b. É como falar ao irmão: “Fique satisfeito”, sem fazer nada. Não resolve nada. A fé sem obras não resolve nada para nos reconciliar com Deus.

c. Ilustração: Fé e obras são semelhantes ao fruto do Espírito em Gl 5. São vários itens, mas o fruto é um só. São como gomas da laranja.

3. Bons e maus exemplos, 2.19-25.

a. O mau exemplo são os demônios, que têm uma fé sem obras. Eles creem e tremem, mas isso não lhes adianta nada. Quando ele diz: “Muito bem!”, é como quando falamos: “Parabéns”, de forma sarcástica, pois não estamos parabenizando por nada.

b. Os bons exemplos: Abraão e Raabe. Com a fé deles, foram “justificados pelas obras”. A fé deles os levaram a agir, a obedecer. Esta é a fé que justifica perante Deus.

4. Uma ilustração: corpo morto, 2.26.

a. A ilustração: Quando se separam corpo e espírito, a pessoa morre.

b. O significado: Assim, separar fé e obras significa morte espiritual.

E daí?

a. Tenhamos a fé aprovada por Deus, “aperfeiçoada pelas obras” 2.22. Obedeçamos ao mandamento de Deus, para nossa salvação eterna.

b. Vamos rejeitar o que as religiões populares ensinam, para abraçar o ensinamento da palavra de Deus.

Pequeno esboço usado no Urbanova hoje, na série de mensagens sobre a carta de Tiago.

# #obras #salvação

O que devo fazer para ser salvo?

Esta é a pergunta que todos devemos fazer. Um estudo que oferecemos se baseia nesta pergunta. Trabalhamos ontem à noite durante a nossa leitura bíblica no segundo estudo desta série, que responde à questão usando passagens dentro do livro de Atos.

Abaixo, um gráfico do estudo, mas este foi tirado do site próprio do estudo, que contém maiores informações. Clique no gráfico para ver em tamanho maior.

Estudo bíblico salvação

Nossa parte na salvação: receber

O número 94 da folha dominical, “Voo da fé”, para o dia 4 de dezembro, está agora disponível para baixar em formato PDF, com o artigo do mesmo título acima. Fique à vontade de imprimir e distribuir na sua congregação.

Baixe o arquivo clicando aqui: bol111204

O mesmo documento com duas páginas: bol111204

Favor nos informarem se resolverem imprimir e usar a folha dominical na sua congregação, para que possamos registrá-los na página Folha Dominical.

Por que preciso de salvação?

Esta pergunta é respondida por John Haffner no artigo principal do boletim “Voo da fé”, no 84, do 15 de maio. E ainda tem umas notícias e frases interessantes, além de outras informações das congregações vale-paraibanas.

Pode baixar o arquivo em formato PDF clicando aqui: bol110515

O que devemos fazer?

Embora haja apenas duas páginas à edição do boletim dessa semana, há bastante coisa para aproveitar. Um artigo com gráfico sobre a grande pergunta da salvação: “O que devemos fazer?” Uma notícia de novas congregações, um cartum para as crianças colorirem, e outras informações.

Para baixar o boletim em formato PDF, clique aqui: bol090719