compromisso cristãoMuita gente celebra hoje um dia de religiosidade, para pensar na ressurreição de Jesus, e de família, dando ovo de chocolate de presente.

Jesus ressurgiu sim, embora não se saiba exatamente em que dia. Seu retorno do mundo dos mortos é diferente dos demais, como o de Lázaro, que o próprio Jesus levantou da morte.

Jesus vive novamente para nunca mais morrer. “Sabemos que Cristo foi ressuscitado e nunca mais morrerá, pois a morte não tem mais poder sobre ele”, Romanos 6.9 NTLH.

E ele promete que quem participar com ele da sua morte, sepultamento e ressurreição — isso pela imersão na água — também não morrerá eternamente. Morrerá fisicamente, a chamada primeira morte, mas não espiritualmente, a segunda morte no além.

Jesus mesmo disse: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem obedecer aos meus ensinamentos não morrerá nunca”, João 8.51.

Veja a condição: obedecer.

Esta obediência é um compromisso vitalício de submeter-se a Jesus como Senhor e depender da sua graça para a salvação e a força para ser diferente, fazer diferente, e fazer uma diferença no mundo.

Somos todos incapazes, impotentes, impossibilitados de acertar a nossa vida perante Deus. A vida em Cristo constitui uma entrega total da vida, do nosso futuro, dos nossos interesses, para viver para ele e por ele.

Descubra mais deste compromisso, desta possibilidade, nesse estudo: “Alguns minutos com quem te ama“.