Como esforçar-se para entrar na porta estreita

Lucas 13.24: “Esforcem-se para entrar pela porta estreita, porque eu lhes digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão”.

Vamos nos esforçar:

  1. No conhecimento, Pr 2.1-5.
  2. Na oração, Cl 4.12.
  3. Na reunião, Hb 10.25; 12.1.
  4. No evangelho, Fp 1.30.

Fé e obras, um pacote único

Texto: Tiago 2.14-26

Introdução

a. O pai da Reforma protestante, Martinho Lutero, por não entender as ênfases diferentes de Tiago e Paulo, achou que a carta de Tiago era “uma carta de palha”, isto é, não digna de aceitação nem útil para a fé.

b. O protestantismo sofre até hoje desta deformação doutrinária, ensinando a salvação pela fé somente.

c. O que diz Tiago sobre a fé e as obras?

1. A fé que salva, qual é? 2.14.

a. Essa é a questão de Tiago. O tipo de fé que temos é uma questão de salvação eterna.

b. Tiago, como Paulo, fala que a justificação perante Deus. Tiago afirma que ela vem por meio das obras, vv. 23, 24, 25. Estas não são obras da lei para se fazer merecer a salvação (ênfase de Paulo), mas sim obras de obediência, necessárias para a salvação eterna, Hb 5.9.

2. Fé e obras são um pacote único, 2. 15-18.

a. Não podem ser separadas. Uma implica na outra.

b. É como falar ao irmão: “Fique satisfeito”, sem fazer nada. Não resolve nada. A fé sem obras não resolve nada para nos reconciliar com Deus.

c. Ilustração: Fé e obras são semelhantes ao fruto do Espírito em Gl 5. São vários itens, mas o fruto é um só. São como gomas da laranja.

3. Bons e maus exemplos, 2.19-25.

a. O mau exemplo são os demônios, que têm uma fé sem obras. Eles creem e tremem, mas isso não lhes adianta nada. Quando ele diz: “Muito bem!”, é como quando falamos: “Parabéns”, de forma sarcástica, pois não estamos parabenizando por nada.

b. Os bons exemplos: Abraão e Raabe. Com a fé deles, foram “justificados pelas obras”. A fé deles os levaram a agir, a obedecer. Esta é a fé que justifica perante Deus.

4. Uma ilustração: corpo morto, 2.26.

a. A ilustração: Quando se separam corpo e espírito, a pessoa morre.

b. O significado: Assim, separar fé e obras significa morte espiritual.

E daí?

a. Tenhamos a fé aprovada por Deus, “aperfeiçoada pelas obras” 2.22. Obedeçamos ao mandamento de Deus, para nossa salvação eterna.

b. Vamos rejeitar o que as religiões populares ensinam, para abraçar o ensinamento da palavra de Deus.

Pequeno esboço usado no Urbanova hoje, na série de mensagens sobre a carta de Tiago.

# #obras #salvação

A Escritura perfeita

A palavra ou lei de Deus é perfeita, e por isso ela nos dá:

  1. Ânimo, Sl 19.7. As notícias humanas desanimam; as divinas revigoram.
  2. Prazer, Sl 119.96. Por todo o salmo prazer na lei é enfatizada. Ver v. 92.
  3. Liberdade, Tg 1.25. A lei humana restringe; a lei divina liberta.
  4. Preparação, 2Tm 3.16-17. Somente uma Escritura perfeita podia preparar perfeitamente.

Conclusão: Por essas razões e outras mais, vamos determinar ser ouvintes ávidos da palavra de Deus, praticantes dedicados dela e promotores zelosos desta mensagem.

Mensagem ministrada em Taubaté hoje, na série sobre as coisas divinas perfeitas.

Gerente da Embraer faz pregações em SJC e Taubaté

Professor Ron JacksonNo domingo agora, nosso irmão Ron Jackson estará conosco para trazer mensagens em SJCampos e em Taubaté.

Ron é funcionário da Embraer, cumprindo a função de gerente sênior de apoio ao cliente nos EUA e mora no estado da Flórida.

Sempre que vem ao Brasil, coloca-se à disposição dos irmãos. Já ensinou um estudo intensivo aos sábados, além de pregações e aulas de grupo.

Para informações de horários e locais de reunião no domingo, veja a página: A Respeito.

Áudio: A justiça e a misericórdia de Deus

Em visita à congregação, Alexandre Magalhães de Contagem MG pregou em SJCampos no 2 de setembro, sobre o tópico: “A justiça e a misericórdia de Deus”, com texto de Romanos 9-11. Duração: 15m53s.

Ouça a pregação nesse link.

Áudio: Depressão espiritual (Paulo)

Paulo Lelis pregou no 9 de setembro em SJCampos sobre “Depressão espiritual”. Com um pouco de barulho no fundo, mas ainda nítido o sermão. Duração 14m25s. Ouça o sermão neste link.

Nos últimos tempos, os irmão em SJCampos fazem rodízio de pregação. Boa parte deles dividem o trabalho dos sermões.

Áudio: sermão sobre oração

Humberto Souza pregou no domingo à tarde, dia 29 de julho, na congregação em Taubaté sobre a oração na reunião cristã (seguindo sermão sobre a música na igreja). Os 30 primeiros segundos são um pouco barulhentos, mas logo o áudio fica mais nítido. Duração: 21:37. Ouça o sermão nesse link.

Sermão no meio a crise

O que pregar quando cai de repente uma crise como a do atentado nos EUA na sexta-feira que matou 12 pessoas e feriu mais umas 70, entre estas, jovens da igreja?

Neal Pollard prega numa congregação na cidade de Denver, da qual faz parte a cidade de Aurora, onde ocorreu o incidente. Ele mudou o sermão dele de sexta para domingo, para se dirigir à comunidade abalada de Denver. Continue lendo “Sermão no meio a crise”

O miraculoso, o material e o espiritual

Notas do meu sermão: “O miraculoso, o material e o espiritual”

Texto: Atos 11.27-30

VFL: 27 Nessa mesma época alguns profetas foram de Jerusalém para Antioquia. 28 Ágabo, um desses profetas, se levantou e, pelo poder do Espírito, predisse que haveria uma grande fome em todo o mundo. (Isso aconteceu no tempo em que Cláudio era o Imperador). 29 Então todos os discípulos, cada um conforme as suas posses, resolveram enviar socorro aos irmãos que viviam na Judéia. 30 E assim eles fizeram, e mandaram as suas ofertas aos presbíteros por intermédio de Barnabé e Saulo.

I. O MIRACULOSO

  1. Mais cedo, Deus tinha mostrado a necessidade da igreja pregar o evangelho a todas as pessoas (Pedro e Cornélio em At 10). Deus não pregou, mas mandou sua igreja fazê-lo.
  2. Mostra, agora, por meio de Ágabo, que deve haver solidariedade entre os irmãos. Ele queria que a igreja providenciasse ajuda.
  3. Deus não alimentou os famintos da Judeia por meio de um milagre, como Cristo tinha feito. Por meio da profecia de Ágabo, ele fez com que os cristãos tomassem conhecimento da oportunidade.
  4. Hoje, não precisamos do miraculoso para saber estas duas verdades. Já estamos sabendo! Basta praticar. Continue lendo “O miraculoso, o material e o espiritual”

Sermão: Semear e colher

Veja o esboço do sermão de domingo, dia 12, ministrado na congregação em SJCampos: “Semear e colher”, com três áreas onde o princípio se aplica: ação, compreensão e motivação. Com uma menção, ainda, da morte da cantora Whitney Houston, e da morte de Ananias e Safira.

O arquivo se encontra em formato PDF: 2012sermoes-semear-colher

Se quiser olhar o esboço online, ao invés de baixar, vá para este link.