Irmãos.org

A família de Deus na RMVale, e além

Bíblia

Semana 4: Atos 4.12

Esta semana nosso texto para memorização é Atos 4.12:

Não há salvação em nenhum outro,
pois, debaixo do céu
não há nenhum outro nome
dado aos homens
pelo qual devamos ser salvos.

Quem somos nós para dizer que o nosso ensino é exclusivo? Afinal, como pensam as pessoas no mundo, há muitos caminhos que levam a Deus. Contudo, quem abre e passa mesmo pouco tempo nas Escrituras logo repara que Jesus insiste em existir um único caminho, um único nome, uma única salvação para toda a humanidade.

O mundo moderno crê piamente no relativismo. Isto é, o que é verdade para um pode não ser para outro. Cada um procura ou cria sua própria verdade. Contra essa ideia, Jesus proclamou: “Eu sou a verdade” João 14.6. Por isso, seus seguidores proclamam que há salvação exclusivamente no nome dele.

Nosso texto acima tem forma de espelho (chamado quiasmo). Na primeira e última linha, há menção da salvação. Na segunda e quarta, o foco está na humanidade na terra. A terceira linha é a central, então, reforçando o ponto: não existe outro nome além do de Jesus. Ele tem de ser pregado.

No mundo bíblico, nome representava a própria pessoa. “Um nome representava a essência ou a realidade da pessoa ou do objeto assim designado” (C.M. Woods).

Pedro estava completamente tomado com a ideia da salvação. O nome de Jesus é para a salvação. Esta está até no nome dele. É o que significa seu nome. O anjo do Senhor disse a José, depois da descoberta da gravidez de Maria: “Ela dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” Mateus 1.21.

Esta confiança lhe deu a coragem de proclamar o nome de Jesus face à oposição.

Foi isso que Pedro tinha pregado no primeiro sermão do evangelho também: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos seus pecados” Atos 2.38; ver 8.16. E Filipe pregou a Boa Nova do nome de Jesus: “No entanto, quando Filipe lhes pregou as boas novas do Reino de Deus e do nome de Jesus Cristo, creram nele, e foram batizados, tanto homens como mulheres” Atos 8.12.

Na sua primeira carta, o apóstolo João também ligou a salvação ao nome do Senhor: “Filhinhos, eu lhes escrevo porque os seus pecados foram perdoados, graças ao nome de Jesus” 1 João 2.12. Alguns falsos mestres queriam pôr dúvidas na mente dos cristãos quanto à sua salvação. João recorre ao nome de Jesus e à obediência dos seus leitores para reforçar sua confiança na salvação.

Paulo e Barnabé eram “homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo” Atos 15.25-26. Todos os que pregam o nome de Jesus correm semelhantes riscos. O evangelho suscita oposição. Mas se este nome, e nenhum outro, salva, há outra opção senão anunciar a Boa Nova de Jesus a todos, em todo o tempo?

1 Comment

  1. Nelson Campos

    Somente através de Jesus!

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén