V — “O presbítero ao amado Gaio, a quem amo na verdade” 3 João 1.

M — Amar como Deus nos amou, como Jesus deu a vida por nós, não egoísta, sem exigir algo de volta, buscando apenas o bem do outro — assim é amar na verdade.

O — Pai de amor, eu preciso do Senhor, do seu exemplo, da sua força, do seu Espírito, para amar na verdade.