Irmãos.org

A família de Deus na RMVale, e além

Estudos bíblicos

Ação do discípulo: Fugir

Abaixo, o material aumentado da série: “52 ações do discípulo de Cristo”. Usaremos esse material hoje à noite no Urbanova, 20h-21h. Tel. 3949-1246.

36 FUGIR

LER: “Por isso, meus amados irmãos, fujam da idolatria” 1Co 10.14.

ANALISAR: A partir deste verso, Paulo começa a falar sobre a ceia do Senhor, 10.14-22, a comunhão como “comunidade ao invés de edificação individual” (Thiselton), ligando o que vem antes com o tema da aliança. Paulo usa o verbo fugir no sentido de “deixar de fazer algo, evitando-o, por causa do dano potencial, fugir de, evitar, afastar-se de” (BGAD). O tempo do verbo, imperativo do presente, indica que eles “devem criar o hábito de fugir da presença do pecado” (BBC).

PENSAR: Além da idolatria, o santo foge de imoralidade sexual, 1Co 6.18 (porque esta “nunca está certa” 1Co 6.13 NBV), “tudo isso” (amor ao dinheiro etc.), 1Tm 6.11, “desejos malignos da juventude” 2Tm 2.22. Esta fuga permite a busca das virtudes de Cristo, 1Tm 6.11. Tal fuga lembra de José, Gn 39.12. O pecado deve ser tratado com seriedade.

AGIR: Evite situações de tentação potencial, saia delas abruptamente.

ORAR: Pai, não me deixe cair em tentação, mas livre-me do mal.

PERGUNTAR: Qual o meu ponto fraco na tentação? Como evitá-lo?


Estamos trabalhando para aumentar todos os verbos da série (publicados primeiro em DeusConosco.com), para publicação em formato de livro. Aguarde!

1 Comment

  1. Gostei muito do tema FUGIR… Por que numa boa exegese “fugir é ir na direção da virtude” Não é simplemente pela razão contrária. Assim sendo, se caminharmos na direção da virtude nunca precisaremos FUGIR. Concluindo, o que Paulo nos remete em Romanos 12, sejamos pois racional para sempre ir na direção das virtudes que há em Cristo.

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén